Jogadores infetados podem jogar se recuperarem antes do jogo

Não há motivos para o desânimo, as regras já são outras. Os seis jogadores da Seleção nacional que testaram positivo estão a treinar isolados e com normalidade.

Tratam-se do guarda-redes Jonas Mendes, dos defesas Lionel e Nanu, do médio Alfa Semedo e dos avançados Jorginho e Mimito. Além dos jogadores, também estão contaminados quatro elementos da equipa técnica dos Djurtus.

Os infetados vão fazer testes amanhã e se acusarem negativos terão que ser submetidos a exames de tórax e csso a situação clínica for boa, a Federação de Futebol enviará o relatório à CAF, aguardando uma resposta de admissão de utilização ou não dos atletas.

A delegação guineense, chefiada pelo secretário de Estado da Juventude e dos Desportos, Florentino Dias, se juntou no princípio desta noite à caravana da Seleção que havia chegado à cidade de Garoua, palco do primeiro jogo com o Sudão, a ter lugar no dia 11.

O presidente da FFGB, Carlos Alberto Teixeira, afirmou que o objetivo de passar à primeira fase do CAN é possível e mantém-se como missão principal da Guiné-Bissau, nesta terceira participação consecutiva na prova máxima do futebol africano.

Quanto ao alojamento, os Djurtus não têm grandes motivos para queixas. Encontram-se hospedados num hotel de três estrelas, a menos de 300 metros do estádio.

Aliu Baldé - enviado especial

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *