Chefe de Estado afirma que todas as condições estão criadas para o CAN


Os jogadores da Seleção Nacional de Futebol já se encontram em Bissau, devendo a caravana desportiva partir a Camarões no dia 5 de janeiro.

O Presidente da República, Umaro Sissoco Embaló, assegurou que todas as condições necessárias para a participação do país no evento estão criadas.

O Chefe de Estado falava na cerimónia da entrega a Bandeira ao capitão dos Djurtus, Jonas Mendes, tendo aconselhado à disciplina e fair-play dentro e fora do campo.

"A angariação de fundos que se está a fazer neste momento por um grupo de cidadãos não tem nada a ver com a seleção. O tal fundo que se procura será destinado apenas para o apoio à equipa de claque e outras figuras vão integrar a comitiva desportiva", explicou o Chefe de Estado.

O Presidente da República prometeu marcar presença no CAN, caso os Djurtus se qualificarem para os oitavos-de-final.

O presidente da Federação de Futebol (FFGB), Carlos Alberto Teixeira, transmitiu ao Chefe de Estado a ambição da seleção em ultrapassar, pelo menos, a primeira fase, feito que nas duas últimas participações não conseguiu.

A grande novidade na convocatória tem a ver com as ausências confirmadas dos defesas centrais Marcelo Djaló, Edigerson Gomes e Alexandre Mendy.

Entre os 24 convidados pelo selecionador Baciro Candé, só está ausente no conjunto o guarda-redes Maurici Gomis.

Aliu Baldé

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *