Fim do boicote no setor da saúde

Finalmente, chega ao fim o boicote que se verificava no setor de saúde guineense, passando, doravante, a haver o serviço mínimo em todas as unidades hospitalares do país.

O consenso foi hoje alcançado entre o governo e os sindicatos, depois da intervenção do Presidente da República, que mandatou o ministro do Interior, Botche Candé, a negociar com os líderes sindicais.

Falando aos jornalistas, o vice-secretário-geral da UNTG, Yasser Turé, pediu aos colegas técnicos de saúde a prestarem o serviço mínimo, levando em conta o interesse do povo guineense, enquanto continuam as negociações entre as partes.

 Disso que o ministro Botche Candé, por seu lado, comprometeu-se a fazer chegar a preocupação dos técnicos sanitários junto do governo, que passa essencialmente por um clima são, em que ninguém é perseguido, bem como a aprovação em Conselho de Ministros da carreira dos profissionais da área.

Ibraima Sori Baldé

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *