2 Abril 2020

Os novos órgãos SINJOTECS, tomaram posse para um mandato de quatro anos.

A nova direcção do SINJOTES é presidida pela jornalista Indira Correia Baldé, coadjuvada por três vice-presidentes , um secretário-geral, uma Tesoureira e seis secretários com funções específicas.

Na mesma ocasião foram igualmente empossados os elementos que integram as diferentes estrturas do sindicato nomeadamente, o Conselho Nacional , disciplinar, fiscal, fiscalização do cumprimento do Código Deontológico e Ética, e de Património.

Durante o acto, Tomane Baldé, ministro cessante da Função Pública apelou aos membros empossados para asumirem com zelo as suas funções e  não permitir que a nova presidente do sindicato ficasse mais tarde sozinha na luta para o bem de toda a classe, a semelhança do que tem estado a acontecer.

Baldé realçou os trabalhos feitos por líderes sindicais no momento em que o pais se confronta com grandes dificuldades, e que asseguraram uma certa paz social no país.

A Presidente do Sindicato Nacional de jornalistas e  Técnicos da Comunicação Social (SINJOTES) prometeu lutar para pôr fim as censuras nos órgãos da Comunicação Social, assim como trabalhar, afincadamente, para que todos possam receber um salário justo e praticar um jornalismo responsável.

Indira Correia Baldé prometeu, por outro lado, trabalhar para  dignificar, credibilizar e valorizar o jornalismo guineense.

Para o efeito Correia Baldé disse que conta estabelecer parcerias com o governo e outras entidades, para granjear apoios que  permitam a  capacitação dos jornalistas, assim como equipar os órgãos com materiais apropriados para que possam exercer bem as suas actividades.  

ANG